Entrevista com Enio Neves, CEO da i9lux

Enio Neves deu uma entrevista a este informativo, sobre suas impressões no evento Sustainotopia, em Miami.

Durante sua participação no evento Sustainotopia qual foi a sua sensação da evolução da iluminação eficiente e mais especificamente, da iluminação a Led no mundo?

Os países da América Latina apresentam grandes dicotomias. Além das diferenças entre países, sejam elas culturais sociais e econômicas, há ainda as diferenças intrínsecas de cada país em suas áreas rurais e urbanas. No que tange às necessidades de energia nas áreas rurais, hoje bastante limitada, há uma busca por soluções de autossuficiência na iluminação. Nas zonas urbanas de grandes cidades, a busca por soluções é de outra natureza, existe a necessidade urgente de soluções muito eficientes em economia de energia.

A Venezuela é um exemplo claro destas necessidades, já que este país está sofrendo com falta de energia elétrica, busca por soluções energeticamente eficientes para os centros urbanos e ao mesmo tempo necessita de soluções autossuficientes para a geração de energia em sua área rural. As apresentações do Fórum Latino Americano, demonstraram que existe uma consciência muito grande da relação custo/benefício das soluções ecologicamente corretas. Inúmeras experiências para geração de energia limpa e eficiente estão sendo efetuadas em diversos países da América Latina. Dada à privilegiada localização da América Latina no planeta, é natural a busca pelo máximo aproveitamento da energia solar. Diversos casos foram apresentados e que demonstram um futuro luminoso das tecnologias que efetuam o aproveitamento da insolação, entretanto tecnologias empregadas como a utilização de células fotovoltaicas ainda estão em sua infância, com baixo rendimento no aproveitamento da energia, custos elevados de implementação e cujo processo industrial para sua fabricação hoje, ainda gera-se uma quantidade muito grande de carbono.

Dentro deste cenário, observando-se como a energia pode ser consumida de forma mais eficiente, a iluminação com LEDs apresenta resultados efetivos e imediatos, são energeticamente eficientes, com excelente índice de reprodução de cor, alta durabilidade e baixíssima manutenção.

O que existe de novidade e onde o Brasil se encaixa neste panorama mundial?

O Brasil está um pouco à frente dos demais países latino-americanos no que se refere a eficiência energética. Todos demonstram grande respeito pela nossa capacidade de produzir energia limpa. Este evento foi muito interessante no sentido de demonstrar a eficiência e durabilidade dos produtos que estamos distribuindo despertando assim o interesse pelo investimento estratégico em produtos que tenham grande longevidade, gerando economias imediatas e que possam agregar funcionalidades ao longo do tempo. Para a inovelux este evento latino-americano foi importante para proporcionar visibilidade como empresa eficiente e inovadora.

Qual é a tendência para a iluminação eficiente em todo o mundo daqui para frente?

A principal tendência é pela utilização de LEDs de alto brilho, em número cada vez menor e gerando maior fluxo luminoso. Essa tendência levará a um consumo de energia cada vez menor, disponibilizando mais a energia hoje fornecida. Com cada vez menor consumo, poderemos verificar uma menor geração de carbono equivalente para os processos de iluminação.

Poderemos também observar menor impacto ambiental, visto que as luminárias de LED são muito menos agressivas ao meio ambiente, tanto no processo de sua fabricação bem como no processo de descarte. Se utilizarmos racionalmente e eficientemente a energia, poderemos disponibilizar energia para outras aplicações. Mas continua sendo fundamental a busca de fontes alternativas de geração de energia limpa, que minimizem o impacto no meio ambiente e ao mesmo incentivar a fabricação de produtos mais eficientes, que consumam menos energia. Esta mudança está acontecendo e é perceptível. Mas ainda há a necessidade de uma conscientização.